sexta-feira, 29 de julho de 2011

SALA DE JANTAR DESCONTRAÍDA

Oiiii

Pense em um casal jovem que tem dois filhos – um deles bebê – e adora receber os amigos para um churrasco. Imagine uma sala de jantar compacta, de 7 m². Essa situação, típica das grandes cidades brasileiras, orientou o projeto de Minha Casa. A varanda virou extensão funcional do ambiente interno, com o mesmo piso de porcelanato imitando madeira (na versão antiderrapante) e uma grelha portátil. Quando há convidados, é só abrir a mesa extensível e puxar as cadeiras extras guardadas no terraço. Para ter maior número de assentos, optou-se por um banco. “Outra sacada foi deitar a estante para direcionar o trajeto e trazer amplidão”, diz a repórter visual Tatiana Guardian. Tingidas de azul, as paredes deram unidade ao conjunto, suave na harmonia de branco e tons claros de madeira. O toque de irreverência vem das cadeiras de modelos diferentes – um jeito sutil de romper com a rigidez.


É possível combinar diferentes cadeiras à mesa? Sim! Para não causar poluição visual, prefira modelos de uma só cor - aqui, ficamos com o branco. Tome o cuidado de destinar peças iguais às cabeceiras


 Um trilho fixado no teto recebeu três spots articuláveis. O central, com uma lâmpada PAR30, ilumina a mesa, enquanto os outros dois, com lâmpadas dicroicas refletoras, destacam as louças em uma parede e os quadros na outra



O azul é uma das cores mais universalmente aceitas. No tom fresco nomeado Espuma de Sabão (Suvinil), aparece mesclado com o branco, o bege da madeira e o preto, deixando a composição serena, mas com um toque atual.


A mesa estica para acomodar visitas.


Os casulo abertos fazem da estante um móvel multifuncional, que guarda louças, livros, brinquedos... E os objetos se tornam parte da decoração.


A escolha das cadeiras extras deixadas na varanda, priorizou materiais que podem ficar expostos ao sol e á chuva: aço na estrutura e plástico em assento e encosto.

courtesy: Casa Abril

BJOS

MILLA TRINDADE