domingo, 13 de novembro de 2011

A INVASÃO DAS MATRIOKAS


Nas versões adesivo de parede, madeira e até pano, a boneca típica da cultura russa faz bonito na decoração.



Não precisa ser russo para adorar essas charmosas bonequinhas de diversos tamanhos, guardadas umas dentro das outras. Curiosamente, a primeira matrioska foi, na verdade, criada por um japonês. "Ele fez para dar de presente a uma família da Rússia", explica Patrícia Valério, da loja A Casa da Rússia. Lá, acabou virando um símbolo cultural do país. A peça, encontrada em diversos tamanhos e desenhos, simboliza a família: uma mãe carregando os filhos dentro de si. Feita originalmente de madeira tília, da Rússia, a matrioska ganhou outras versões e invadiu a decoração. 






BJOS

MILLA TRINDADE